A Blair Labeling automatizou o fluxo de trabalho de pré-impressão em uma semana com o Automation Engine QuickStart for Labels

Graças ao Automation Engine QuickStart for Labels, a Blair Labeling reduziu a carga de trabalho de pré-impressão em mais de 30% e eliminou os erros.

Down
Blair Labeling
Economize

Tamanho da empresa
20 funcionários

Setor
etiquetas e decalques

Solução
Automation Engine QuickStart for Labels


Alimentação de cinco prensas flexográficas e uma nova prensa digital

A Blair Labeling, Inc., empresa situada em Denver e com 100% de mulheres e de minorias, tem fornecido etiquetas sensíveis à pressão, multicoloridas, premium, promocionais e industriais – além de decalques, construções que evidenciam adulterações, térmicas, padrões, rótulos, ganchos e produtos de papelão – desde 1986.

Além de trabalhar com as prensas, os 20 colaboradores trabalham nas áreas de die cutting, perfuração, laminação/aplicação de revestimento UV e retículas – tudo inline. A Blair também possui um departamento completo de arte, capaz de oferecer serviços excelentes de design gráfico e de pré-impressão.

A automação nos deixou mais produtivos — e isso foi fácil.
E, na medida em que nos familiarizamos com o Automation Engine QuickStart, continuamos crescendo e implementando novos recursos. Com certeza, não há nada que o sistema não consiga fazer.

Marco De La Vega, CFO, Blair Labeling, Inc., EUA

Guia gratuito

Os 5 principais mitos da automação desmascarados

Baixe agora

O trabalho manual era um pesadelo

Em média, a Blair processa cerca de 20 a 25 trabalhos por dia — e cada trabalho tem de 3 a 4 peças de arte gráfica. A Blair prefere reunir os produtos e executar etiquetas diferentes ao mesmo tempo.

Há alguns anos, a Blair estava usando um sistema de fluxo de trabalho que era muito difícil de operar. Isso podia resultar em impressões erradas com cópias erradas. Ou, ao fazer trapping personalizado, o operador tinha de criar manualmente pull-backs sobre a base branca.

Depois de algumas experiências com as ferramentas Esko, a empresa examinou a pré-impressão automatizada e decidiu investir no Automation Engine QuickStart for Labels.

O que eu gosto especialmente agora é poder pesquisar nosso banco de dados de produtos com base em uma palavra-chave na etiqueta. É incrível. O sistema mostra a versão mais atualizada do produto, a prova certa e as mudanças aprovadas feitas na cópia em toda a chapa.

Marco De La Vega, CFO, Blair Labeling, Inc., EUA

Decidir por um caminho fácil para automação

A instalação de um fluxo de trabalho eficiente não precisa ser complicada. Em uma semana, a Blair instalou o Automation Engine QuickStart for Labels e reduziu sua carga de trabalho de pré-impressão manual em mais de 30%, alimentando as cinco prensas flexográficas e a nova prensa digital.

A solução de fluxo de trabalho pré-configurado e fácil de usar resolve os principais desafios que reduzem a produção e provocam ineficiência na fabricação de etiquetas. Ela inclui tarefas como preflight de embalagem, verificação de códigos de barras incluindo o relatório de plena qualidade dos códigos de barras, trapping, step and repeat, Smartmarks e fitas de controle, além de relatórios de trabalho automatizados.

É ótimo saber que 98% dos nossos trabalhos sejam feitos automaticamente com o Automation Engine QuickStart for Labels. Nós trabalhamos manualmente em apenas 2% dos trabalhos que envolvem tarefas difíceis e que, aliás, é o trabalho que queremos fazer.

Marco De La Vega, CFO, Blair Labeling, Inc., EUA

Mais capacidade, melhor gestão e menos erros

O Automation Engine QuickStart realiza efetivamente o trabalho de um artista. E o artista remanescente ainda pergunta se há algo que ele possa fazer.

De La Vega também estava em busca de um sistema que fosse à prova de falhas. O artista de pré-impressão pode resolver a maioria dos problemas sem ajuda.

A Blair eliminou grande parte dos erros do operador. “O sistema faz exatamente o que você diz para fazer. Ele realiza o trabalho e mostra como ele ficará. Antes, trabalhando em step and repeat, algumas vezes eu puxava a cópia errada. Agora o sistema nos mostra a arte gráfica correta — e, é claro, com os parâmetros corretos, ele faz a impressão correta”, diz De La Vega.

  • 6% de crescimento no ano passado, com redução de custos
  • redução da carga de trabalho de pré-impressão em mais de 30%
  • todo o trabalho de pré-impressão agora é feito apenas por um artista gráfico que ainda possui tempo livre
  • impressões corretas já na primeira vez, erros do operador completamente eliminados
Entre em contato conosco
Esko
Entre em contato conosco


Assine
Este site usa cookies e outras tecnologias de rastreamento. Ao acessá-lo, você concorda com a nossa
Política de Privacidade.