Como a Esko e a CERM ajudaram o Asteria Group a automatizar a produção de etiquetas complexas

A colaboração criou a primeira solução integrada para simplificar processos e ampliar ofertas

A primeira solução integrada do mundo que automatiza fluxos de trabalho para produção de etiquetas complexas foi desenvolvida pela Esko e pela CERM, possibilitando que o Asteria Group, com sede na Bélgica, automatizasse seus fluxos de trabalho de produção.

CERM

A Esko, fornecedora global de soluções integradas de software e hardware que aceleram o processo de lançamento de produtos embalados no mercado, trabalhou com a CERM, desenvolvedora líder de sistemas MIS para convertedores de embalagens e etiquetas, no desenvolvimento de uma solução que simplificou processos e ampliou a oferta de produtos da Accent, parte do Asteria Labels & Packaging Group.

“A Accent buscava uma maneira de melhorar a eficiência do fluxo de trabalho de etiquetas complexas para aplicações diversas, como impressões frente e verso, etiquetas híbridas impressas com várias tecnologias e até etiquetas multicamadas (duplas, triplas, etc.)”, disse Ken Polspoel, Global Solutions Manager na Esko. “Temos muito orgulho do relacionamento sólido que temos com os clientes e de como buscamos compreender as necessidades deles. Por isso, quando a Accent nos procurou com esse desafio, começamos imediatamente a investigar como nossas soluções poderiam ser úteis.”

Esko-Accent-Complex-Labels-2

A Esko colaborou no piloto com a CERM, dando continuidade a um relacionamento que começou há mais de 10 anos. “Essas discussões resultaram no desenvolvimento de uma inovação que permitiu à Accent automatizar e simplificar grande parte da produção de etiquetas complexas”, declarou Ken. “Os aprimoramentos no fluxo de trabalho foram orientados pela lógica comercial da CERM e, em seguida, totalmente automatizados no Automation Engine. Estamos muito felizes por sermos os primeiros no mercado a disponibilizar essa nova funcionalidade, que, desde o nosso trabalho com o Asteria Group, já foi implantada em mais de 10 empresas do mundo todo, incluindo Europa, Ásia e EUA.”

Christophe Beke, Diretor de Inovação Tecnológica do Asteria Group, que gerenciou o projeto da Accent, disse que quando o projeto piloto começou, o desafio principal era automatizar as tiragens de diferentes etiquetas e sabores de produtos para um de seus clientes.

“Embora esse trabalho representasse apenas 5% do nosso total de pedidos, tivemos de contratar um especialista em arte e um operador de pré-impressão em tempo integral só para gerenciar o projeto”, contou Christophe. “A impossibilidade de usar fluxos de trabalho automatizados indicava que precisaríamos de diferentes arquivos para as várias etapas do trabalho. Agora, o processo é totalmente automatizado e simplificado. Assim, eliminamos qualquer possibilidade de erro humano ao carregar os diferentes arquivos na hora errada.”

Os benefícios da nova integração com o Esko Automation Engine incluem a possibilidade de automatizar fluxos de trabalho para tarefas complexas, desde impressões combinadas a impressões frente e verso. “Tivemos uma enorme economia em termos de eficiência e produtividade desde a introdução da nova funcionalidade de integração do Automation Engine”, afirmou Christophe. “Antes, para a confecção de uma etiqueta removível, gastávamos cerca de quatro horas na pré-impressão. Agora, isso pode ser feito em menos de 30 minutos.”

Ken Polspoel explicou que, à medida que as empresas buscam se diferenciar, e as demandas dos clientes se tornam cada vez mais desafiadoras, inovações como essa podem ajudar a reduzir o número de etapas manuais e o tempo gasto na produção de etiquetas complexas. “A necessidade é amplamente determinada pela dinâmica do mercado”, declarou Ken. “As regulamentações e legislações forçam as marcas a incluir mais informações do que nunca nas etiquetas e, por isso, os convertedores buscam novas maneiras de realizar isso sem comprometer os objetivos artísticos das marcas.

“Também vimos um crescimento da chamada impressão híbrida ou combinada, por exemplo, em que as combinações de impressão digital e flexográfica ou serigráfica são usadas no mesmo produto. A confecção dessas etiquetas pode ser complicada, mas, com a integração com o MIS do CERM e o Automation Engine, podemos combinar as características de cada método de impressão e processar vários arquivos de impressão de uma só vez e de maneira totalmente automatizada, em vez de dividi-los!”

A Esko e a CERM concluíram o processo de integração no final de 2021, e o sistema já está sendo implementado em outras unidades do Asteria Group e em outras empresas de todo o mundo.

“Quando desenvolvemos essas interfaces de integração, o objetivo era facilitar a pré-produção não apenas das etiquetas padrão, mas também das mais complexas”, contou Ken. “A simplificação desse processo significa que ele realmente cria oportunidades adicionais para a produção de etiquetas de alta qualidade, como aquelas com acabamento em folha. Isso facilita a produção de etiquetas visualmente mais atraentes e o desenvolvimento de etiquetas mais complexas para campanhas inovadoras de marketing e engajamento do cliente.

“O sucesso do projeto piloto com o Asteria Group e a subsequente implementação das funcionalidades integradas demonstram a profundidade da nossa parceria com a CERM, com quem trabalhamos há mais de uma década e em mais de 100 projetos”, declarou Ken.

Fale conosco
Esko

Entre em contato conosco


Assine