A Esko mostra o poder do VDP (Variable Data Printing) com a primeira solução de automação integrada do mundo

A Esko lançou a primeira solução de produção de embalagens conectadas do mundo, turbinando os recursos seguros do VDP (Variable Data Printing) em termos de velocidade e escala para uma nova colaboração com a Scantrust e a ePac Flexible Packaging®, empresa pioneira no setor de embalagens. O Automation Engine da Esko está no centro da operação com sua inovadora tecnologia de VDP, que permite a impressão de códigos QR seguros e serializados em embalagens flexíveis em larga escala, levando o poder do VDP para o novo serviço de embalagens e mercadorias conectadas, ePacConnect™.

Esko-Numex

“O VDP (Variable Data Printing) pode levar a produção de embalagens a um patamar totalmente novo”, avalia Paul Land, Product Manager da Esko. “Com oportunidades de localização, serialização, personalização e rastreabilidade, os recentes avanços na automação permitem aproveitar ainda mais a tecnologia para transformar o ambiente de pré-impressão. Com implementação em nuvem para acesso global aos dados 24 horas por dia, 7 dias por semana, além de novos recursos de escalabilidade, com o Automation Engine, a ePac está concretizando todo o poder que o VDP pode dar às organizações, sem desvantagens.

“Conectamos o módulo VDP do Automation Engine ao Scantrust e criamos um framework para códigos que é fácil para os convertedores usarem”, explica Paul. “Além de ser a primeira do gênero, esta implementação também oferece recursos que antes eram de difícil acesso”.

Como todas as embalagens flexíveis ePacConnect™ incluem um QR code Scantrust, cada sacola se torna um portal on-line. O código exclusivo na embalagem, menor que um selo postal, ativa o conjunto de ferramentas de embalagens e mercadorias conectadas da Scantrust. Os recursos disponíveis vão de ferramentas de engajamento do consumidor até a proteção ativa da marca e antifalsificação, que funcionam por meio de leitura de um QR code seguro na embalagem.

“A Scantrust dá a cada produto físico um identificador digital exclusivo, que adiciona complexidade à pré-impressão e à produção”, diz Peter Kostur, Diretor de Vendas e Parceria da Scantrust. “Nossa plataforma pode oferecer proteção contra falsificação e melhorar a rastreabilidade na cadeia de suprimentos, pois cada etiqueta, sacola ou garrafa pode ser rastreada, mesmo quando já está nas mãos dos consumidores”, explica o executivo. “As marcas usam essa tecnologia de interface digital para se conectar aos consumidores, integrar-se às plataformas de fidelidade e ferramentas de gerenciamento de relacionamento com o cliente, bem como para operações internas da cadeia de suprimentos. Quando os consumidores são incentivados a interagir com os produtos, é possível melhorar significativamente o relacionamento e a confiança deles nas marcas e usar crowdsourcing dos dados da cadeia de suprimentos para outras melhorias estratégicas.

Esko-Numex

“Há três elementos básicos para criar embalagens conectadas”, acrescenta Peter. “O QR code variável, um ambiente móvel que viabiliza as interações do usuário e uma plataforma que permite ao cliente gerenciar os códigos, o conteúdo do produto, além de extrair os dados. No entanto, cada projeto começa com uma pergunta da marca: como colocamos os dados variáveis no nosso produto?”

O Automation Engine facilita a integração dos requisitos de VDP com poucos cliques no mouse. “Ficou fácil integrar os requisitos de VDP no processo”, diz Paul Land. “Para maior flexibilidade, o processo pode ser feito na nuvem, permitindo que os trabalhos sejam impressos em qualquer lugar.”

“Normalmente, quando os detalhes do pedido são inseridos, as informações são passadas para o Automation Engine, que funciona como a plataforma que habilita a integração entre todos os sistemas”, explica o executivo. “O software consolida e extrai as informações de dados variáveis, determinando as quantidades e os parâmetros do trabalho. Assim, por exemplo, com uma quantidade de 100.000 registros, ele expande os arquivos e os elementos variáveis para impressão, e expande automaticamente o arquivo de template até as quantidades necessárias, cada um com seu próprio QR code exclusivo, e os distribui para produção. Com a automação, um processo que costumava levar horas ou dias, agora, é concluído em poucos minutos”.

Ryan Kiley, Diretor de Desenvolvimento de Mercado da ePac Flexible Packaging®, diz que a capacidade de produzir VDP em larga escala, independentemente do tamanho da tiragem, é um divisor de águas. “A escala é a hora da verdade”, avalia Ryan. “Escala é o que conseguimos trabalhando juntos”. Agora, com um único clique, o cliente pode transformar sua embalagem em uma plataforma interativa que viabiliza o engajamento do consumidor, fornece prova de procedência, protege a marca e, ao mesmo tempo, reduz os pontos de contato na pré-impressão e na produção.

“Com a automação de VDP, conseguimos acelerar o crescimento, à medida que incluímos instalações, pessoas, sistemas, idiomas, moedas, substratos, estruturas e outras tecnologias” afirma Ryan. “E como o Automation Engine é baseado em nuvem, temos controle total sobre nossa produção – nossas equipes podem acessar arquivos a qualquer hora, em qualquer lugar para operação 24x7, aumentar ou diminuir a produção para atender à demanda e transferir a produção para qualquer instalação do mundo”.

“Como resultado, nosso serviço ePacConnect™ oferece embalagens flexíveis e personalizadas, com recursos de embalagens conectadas que requerem pouquíssimo ou nenhum custo inicial, requisitos mínimos de pedido mais baixos e configuração técnica mínima.”

Fale conosco