A Esko leva a eficiência e a simplicidade do acabamento digital ao próximo nível - Esko

A Esko leva a eficiência e a simplicidade do acabamento digital ao próximo nível

abril 05 2016

Gent (Bélgica), 5 de abril de 2016 – A Esko (www.esko.com) lança um produto de acabamento digital totalmente aprimorado. A linha Kongsberg de mesas de corte, vinco e fresagem é lançada em uma nova e simplificada opção de plataforma, completa com uma coleção de soluções de software totalmente integrada.

Destaques:

  • Duas novas famílias de mesas – Kongsberg X and Kongsberg C – cada uma com uma gama de tamanhos e configurações;
  • Ajuste automático de ferramenta para uma mudança rápida de programa;
  • Nova ferramenta de software de estimativa para orçamentos precisos e planejamento de produção;
  • O banco de dados integrado de materiais de acabamento acrescenta expertise ao software operacional;
  • Integração das mesas de corte no fluxo de trabalho com o Gerenciador de dispositivo de motor de automação para uma gestão melhorada do trabalho.

Entendimento das necessidades e tendências do mercado

A Esko se comprometeu com dezenas de clientes e não-clientes para uma análise profunda de seus processos de produção no mercado de acabamento de curto prazo (sinalização, expositores e conversão de embalagens em papelão). A análise mostra uma clara demanda geral por mais resultado e controle, para que as empresas sejam capazes de cumprir melhor os prazos dos clientes e realizar margens operacionais mais altas com facilidade de uso.

Frank Adegeest, R&D Director Digital Finishing, explica: “Nossos clientes dão suporte a marcas e lojas em seus processos de colocação no mercado com a produção de sinalização dentro da loja e exibidores de pedestal. O número crescente de variações de produtos levou a um aumento similar na variação de sinais e exibidores.

Os fornecedores de prensas de impressão plana digital de grande formato responderam a essas necessidades mutantes do mercado com resultados de impressão significativamente melhorados. O resultado é que o acabamento digital agora se arrisca ser o gargalo da produção. Na drupa, vamos mostrar uma série de inovações às nossas mesas Kongsberg e ao fluxo de corte digital que se concentra na remoção de tempo sem valor agregado do processo de produção. Colocamos sólidas ferramentas de controle e gestão operacional nas mãos de nossos clientes e estabelecemos uma referência na indústria para a eficácia geral dos equipamentos (OEE, Oversall Equipment Effectiveness)”.

Escolha da plataforma simplificada

Drupa finishingA Esko dinamizou e melhorou seu portfólio de mesas Kongsberg para ajudar os clientes a identificar com mais facilidade os sistemas que melhor se adequam às suas necessidades, incluindo configurações predefinidas e totalmente modernizáveis.

Os clientes podem escolher entre duas famílias principais: Kongsberg X e Kongsberg C, cada uma delas oferecendo uma série de tamanhos e configurações de mesas.

Essas duas famílias distintas de produtos oferecem ao cliente uma opção clara e simples entre maior flexibilidade para trabalhos versáteis e criativos (Kongsberg X) ou maior produtividade para ciclos de produção eficientes (Kongsberg C).

A Kongsberg X oferece a flexibilidade da modernização para acrescentar mais ferramentas de corte, vinco e fresagem na medida da necessidade de desenvolvimento da empresa. A Kongsberg C é a opção número um para a produção de ciclo curto, construindo sobre a linha atual da Kongsberg C, que foi estendida com tamanhos menores de mesas.

Produtividade, automação e software de gestão de operações estão disponíveis para ambas as famílias de mesas, começando com um sistema de nível de entrada cujo caminho de modernização manterá o ritmo com crescimento ao longo do tempo.

Aumentando a produtividade

Atualmente, os clientes estão executando um número maior de pedidos menores através de suas operações. O ajuste da máquina, exigido entre as tarefas, é uma das maiores fontes de desperdício de tempo no processo de produção: a máquina não está produzindo enquanto as facas são trocadas e as ferramentas estão sendo configuradas.

Drupa finishingO novo Ajuste automático de ferramenta das mesas Kongsberg usa inspeção por câmera e processamento de imagem digital para ajustar a ferramenta na máquina no começo de cada tarefa. Quando um novo trabalho requer uma ferramenta diferente, o Ajuste automático automatiza a configuração daquela ferramenta para o material selecionado. Esse ajuste inteligente de ferramentas torna a troca menos complexa e mais rápida.

Uma das principais inovações por trás do Ajuste automático de ferramentas é a integração de um banco de dados de materiais completo. Esse banco de dados reúne décadas de expertise em acabamento digital. O operador conta com aconselhamento experiente do sistema na seleção e configuração de ferramentas e facas quando define o trabalho. Com essas informações é possível configurar a produção do acabamento sem adivinhações, acelerando a troca entre tarefas e durante toda a produção, melhorando a consistência. O risco de danificar materiais caros e variações de qualidade é drasticamente reduzido.

“Antes, a troca de ferramentas para materiais diferentes poderia levar até meia hora; hoje leva minutos”, confirma Adegeest. “Essa automação é um requisito essencial na produção de ciclo curto: melhora a produtividade e, consequentemente, as margens. Apuramos que os operadores precisam de 30% menos de tempo para projetar um trabalho, o que melhora o rendimento da máquina em mais de 10%”.

Uma estimativa mais precisa protege as margens

Drupa finishingA Esko entende que as margens dos seus clientes no ciclo curto do trabalho de impressão digital são estreitas. Quando um trabalho é estimado e orçado, é importante saber em quanto tempo será produzido. Com uma estimativa precisa do trabalho, as empresas podem comunicar melhores cotações e prever o prazo de entrega com maior precisão para os seus clientes, em última análise protegendo a lucratividade geral.

O novo módulo de software para estimativa da Kongsberg enfrenta esse desafio. Os projetos de embalagens, sinais e expositores são preparados e as estimativas de produção são geradas automaticamente, com base nos metadados de produção como tipo e espessura do material.

Controle da produção

Com o planejamento e a priorização precisa da produção na operação de acabamento digital fica mais fácil administrar. A Esko integrou suas mesas Kongsberg com seu software de automação do fluxo de trabalho, o Automation Engine. O gerenciador de dispositivo do Automation Engine proporciona maior controle sobre a produção do acabamento. O status e o andamento do trabalho e as filas de todos os dispositivos conectados são claramente visualizados na tela. O software determina o encaixamento óptimo da chapa para aumentar a capacidade de produção. Os operadores usam uma interface arrasta-e-solta intuitiva para priorizar as filas da mesa, inserir trabalhos urgentes e até mesmo equilibrar as cargas de trabalho entre as mesas.

Adgeest conclui: “O software de corte digital da Esko, integrado com as mesas Kongsberg, levam o nível do acabamento digital a um patamar superior. Ele dá ao cliente maior controle sobre a operação de acabamento digital e libera a capacidade das mesas de corte enquanto leva as tarefas críticas para longe dos operadores, tornando-os mais eficientes e menos propensos a erros. Isto é o máximo em Embalagem simplificada e Sinal e expositor simplificado!”

A Kongsberg C e a série X em ação

As mesas Kongsberg C e série X estão à venda na drupa. No estande da Esko, os visitantes assistirão a demonstrações da Kongsberg C24 com carga e descarga automática, a Kongsberg X24 com correia transportadora e a Kongsberg X20 com felt matt. A parceira da Esko no setor, HP (Salão 17) vai operar uma Kongsberg C24 com correia transportadora para sinais e expositores impressos digitalmente com corte e acabamento.